segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Mistério na California - Elizabeth Adler

A vida tranquila de Fen Dexter na costa idílica da Califórnia é interrompida numa noite de tempestade, quando um homem coberto de sangue aparece à sua porta, alegando ter tido um acidente de carro. Diz-lhe que vai a caminho de São Francisco para ajudar a polícia a resolver o homicídio da sua noiva. Incapaz de chegar ao hospital por causa da tempestade, ele passa a noite em casa de Fen, e a atração entre ambos é óbvia. Na manhã seguinte, ele dirige-se ao hospital onde a sobrinha médica de Fen, Vivi, trabalha nas Urgências. Vivi está a tratar o mais recente alvo de um assassino em série cuja assinatura é deixar um bilhete a dizer «Por favor, não contes» colado sobre a boca das suas vítimas. Quando o desconhecido misterioso de Fen vai ter com Vivi para que as suas feridas sejam cosidas, ela concorda em pô-lo a falar com a polícia sobre a sua noiva.
Quem é este homem, realmente? O que quer com Fen e a sobrinha? E irão elas viver o suficiente para descobrir a verdade?

Opinião:

Este livro de Elizabeth Adler é diferente dos habituais, traz um pouco mais de suspense.
Um livro agradável para ler nestas tardes de Verão.

Os Apanhadores de Conchas- Rosamunde Pilcher

Os Apanhadores de Conchas é um romance de laços e ligações: de uma família, das suas paixões, das mágoas e desgostos por ela vividos durante três gerações. Conta a história da família Keeling e de Penelope, cujo amor, coragem e valores pessoais determinam o curso de todas as suas vidas. Está nas mãos de Penelope decidir o futuro da família e o caminho que podem vir a percorrer. Será ela capaz de unir o que se quebrou no passado, ligando as pontas soltas das suas vidas?

Uma história de pessoas reais - mães e filhas, maridos e amantes -, inspirada em valores e ideias tangíveis que tocam verdadeiramente todos os leitores.

Os Apanhadores de Conchas é um romance mágico, daqueles que surgem uma vez a cada 50 anos e que nos faz querer regressar sempre às suas páginas.


Opinião:

Foi uma surpresa  a leitura deste livro, um romance fascinante, o primeiro livro que li desta autora e fiquei  rendida á sua escrita.
Cada capitulo fala de uma personagem,e a narrativa salta do passado para o presente dando-nos assim o passado de Penelope e todos os seus amores , e os seus desgostos.
 Penelope é filha de um conceituado pintor e herdou varias obras deste aquando da sua morta e as guardou religiosamente.Quando sofre um ligeiro ataque cardíaco, e com os filhos já casados, e muito interessados na herança do avô, Penelope resolve ver a vida de maneira diferente.Fazendo uma visita ao passado pelas pessoas que conheceu, e vendo a ganância dos seus filhos pela herança do avô, pois os seus quadros valem muito dinheiro, Penelope vai tentar fazer o que acha correto.
Uma narrativa cativante, uma descrição de personagens e paisagens magnifica.

Iris e Ruby - Rosie Thomas

Na quente e poeirenta cidade do Cairo, vive Iris de 82 anos. Mas a sua casa sossegada e claustrofóbica no velho Cairo, é subitamente agitada pela chegada da sua teimosa e obstinada neta Ruby. Fugindo de uma relação conflituosa com a família, ela procura consolo com a avó que não via há anos.

Um inesperado laço surge entre elas à medida que as duas se tornam confidentes. Iris recorda um Cairo deslumbrante e cosmopolita da Segunda Guerra Mundial. Nesse tempo em que entregou o coração ao seu único e verdadeiro amor, que perdeu numa guerra devastadora.

No passado de Iris reside a resposta para o futuro de Ruby. Esta necessidade de fazer as pazes com o passado vai conduzi-las ao perigoso deserto egípcio, onde esperam encontrar todas as respostas. Mas estarão preparadas para enfrentar o perigo que as aguarda?


Opinião:

Bem ao estilo de Rosie Thomas este livro encantador.
Iris, uma mulher de 82 anos vai reviver todo o seu passado quando a sua jovem neta Ruby aparece de surpresa na sua casa no Cairo.Um laço muito forte vai unir estas duas gerações, e Ruby compreende que a sua avó consegue entender os seus receios e medos, e Iris consegue voltar sem medo ao passado e voltar a sentir-se jovem de novo.
Não é um romance convencional, alias como quase todos os romances da autora, e uma busca interior de seguir em frente e de lembrar o passado e ficar em paz.
Bonito, sereno e com descrições maravilhosas do distante Cairo, tanto o do passado como o atual.
Adorei.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Finalmente de Férias....

Por por fim chegaram as merecidas férias.Vou estar ao sol , com muita praia , mas também umas boas sombras para ler os meus livrinhos que irão acompanhar-me nestas férias.
Boas férias e aproveitem para lerem e descansarem :)






segunda-feira, 20 de julho de 2015

As Sombras do Passado - Tana French




Um momento decisivo - aos dezanove anos - definiu o rumo de vida de Frank Mackey: quando a sua namorada, Rosie Daly, não compareceu a um encontro em Faithful Place e, dessa forma, não fugiu com ele para Londres como tinham planeado. Frank não voltou a ter notícias dela.
Vinte anos mais tarde, Frank vive ainda em Dublin e trabalha como polícia infiltrado. Cortou todos os laços com a sua família disfuncional. Até ao dia em que a irmã lhe telefona a dizer que encontraram a mala de Rosie. Frank embarca numa viagem ao passado que o leva a reavaliar tudo aquilo que ele crê ser verdade.

Opinião:

E este livro de Tana French continua a ser fascinante com as suas estórias de crimes, escritos de uma maneira muito peculiar, que eu adoro.
Frank Mackey um policia infiltrado, que fugiu de casa bem jovem, só que ele ia fugir com a sua namorada, na noite da fuga a jovem não apareceu,deixando um bilhete estranho.Frank decidiu partir sozinho, abandonando a sua família, completamente louca.Anos depois é obrigado a voltar a rua onde cresceu e enfrentar a sua família novamente, visto que numa casa em ruínas encontraram a mala que Rosie, a sua namorada tinha preparado para a fuga deles os dois.Estranhos acontecimentos irão suceder após esta descoberta que irão por Frank á prova, como nunca antes tinha acontecido.
Agora os seus irmão são crescidos, durante 20 anos ele não falou com eles, ele não quer nada com a família e quando a sua única filha os quer conhecer, Frank irá ter problemas, pois desta família nada de bom poderá vir e ele sabe.Entre a família e a sua profissão ele terá dúvidas sobre como agir.
Mais um livro intenso e viciante.Muito bom.
 

A Semelhança - Tana French


Da autora de Desaparecidos uma das mais fantásticas vozes da ficção criminal está de volta. A Detective Cassie Maddox ainda está a tentar lidar com tudo o que aconteceu em DESAPARECIDOS. Quando o seu actual namorado Sam se depara com um novo caso, o de uma jovem esfaqueada, Cassie é chamada ao local do crime e descobre que a vítima lhe é assustadoramente familiar. Na verdade, ela é o reflexo da própria Cassie. O caso torna-se ainda mais bizarro quando Cassie descobre que a vítima se chamava Lexie Madison, a identidade que ela usara, anos antes, como agente infiltrada. Sem informações, sem suspeitos e sem pistas, o antigo chefe de Cassie depara-se com uma oportunidade única: enviar Cassie em lugar da rapariga morta como agente infiltrada. Assim, ela poderá recolher informações que de outra forma a polícia nunca conseguiria obter e tentar que o assassino volte a aparecer e acabe o seu trabalho. Assim, Cassie muda-se para Whitethorn House e prepara-se para entrar no mundo de Lexie.

Opinião:

E estou rendida a estes livros de ficção criminal de Tana French.Na verdade este livro é mais um completamente hipnotizante como é descrito.
Este segundo livro, vamos ver Cassie Maddox em ação, como infiltrada num grupo de jovens universitários, para investigar a morte de um deles.Mas este caso tem uma particularidade, é que Cassie é uma cópia exata da jovem que foi assassinada.E mais ainda já a jovem roubou a sua identidade que tinha sido inventada para ela trabalhar num caso antigo, quando trabalhava infiltrada.Agora ela ira ser novamente a Lexie, e vai ter que entrar na pele da jovem, a sua maneira de falar, de agir, de vestir, será que ela consegue enganar os outros amigos, e será que consegue vestir só a pele da jovem ou transformar-se nela, os seus desejos, as suas dúvidas.Só que este grupo vive numa casa isolada, convivem basicamente uns com os outros e tem regras distintas para conviverem, como entrar neste mundo sem que desconfiem que algo errado esta-se a passar.
Gostei muito mais deste livro do que o primeiro, achei a sua leitura fascinante.
A continuar a seguir a autora com os seus próximos livros de certeza.

Invisível - James Patterson



Sem deixar rasto. Sem qualquer motivo. Um serial killer imparável. Uma revelação desconcertante.
Emma está obcecada com a investigação de uma série de incêndios que provocou a morte de pessoas e que à primeira vista parecem não ter qualquer ligação entre si. Todos dizem que foram acidentais, mas Emma insiste que foram provocados por um único serial killer.
Mas há algo mais, e muito pessoal, que move Emma: uma das vítimas era sua irmã. Irmã gémea.
Nem mesmo o seu ex-namorado, um antigo agente do FBI, consegue acreditar que dezenas de incêndios, raptos, mutilações e assassínios estejam todos relacionados. Mas Emma vai encontrar uma peça-chave que os ligará a todos.
Novos crimes surgem a cada dia e todos parecem inexplicáveis. Sem motivos, sem armas do crime e sem suspeitos. E Emma não vai descansar enquanto não encontrar o assassino. Ou irá o assassino encontrá-la a ela primeiro? Pode realmente uma única pessoa ser responsável por estes crimes impensáveis?


Opinião:

Adorei este livro que me prendeu do principio ao fim.
Emma não vai descansar enquanto não encontrar o assassino da sua irmã que morreu num incêndio, que foi classificado como acidental.Mas Emma não acredita nisso  e depois de investigar descobre que houve demasiados incêndios, que também foram classificados como acidentais , mas todos eles deixam Emma com muitas dúvidas, para ela foram crimes muito bem arquitetados, só que ninguém acredita nela.Mas Emma não desiste até encontar o serial killer , que muito inteligentemente consegue levar a cabo os seus crimes sem ninguém desconfiar.
Neste livro vamos também conhecer os pensamentos deste assassino visto que ele regista todos os seus atos para mais tarde recordarem-se dele.E até ao fim ficamos na dúvida de quem possa ser, e será mais uma surpresa empolgante.
De rápida leitura, capítulos pequenos e com ação a evoluir com muita intensidade até ao fim , o que me fez ficar a virar página atrás de página ate ao fim.
Muito bom.


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Desaparecidos - Tana French


Em Desaparecidos, guiado apenas por fragmentos de memórias há muito enterradas, Ryan tem oportunidade de esclarecer tanto o mistério do caso presente como o seu próprio passado sombrio.
Era um anoitecer do Verão de 1984 no pequeno subúrbio da cidade de Dublin e as mães chamavam os filhos para dentro. Mas, neste suave entardecer, três crianças não regressaram do bosque. Quando a Polícia chegou, encontrou apenas uma criança aterrorizada agarrada ao tronco de uma árvore, com as sapatilhas cheias de sangue e incapaz de se recordar do mínimo pormenor das últimas horas.
Vinte anos mais tarde, o rapaz encontrado no bosque, Rob Ryan, é detective da Brigada de Investigação Criminal de Dublin e mantém o seu passado em segredo. Mas, quando uma rapariguinha de doze anos é encontrada assassinada no mesmo bosque, ele e a detective Cassie Maddox - sua parceira e melhor amiga - vêem-se envolvidos na investigação de um caso aterradoramente semelhante ao antigo mistério ainda por resolver.


Opinião:

 Um excelente policial, cheio de suspense e com um interesse no principio devido ao que aconteceu ao detective Ryan e como ira ele lidar com a situação do assassinato de uma criança , pois no seu passado algo parecido aconteceu com ele e dois amigos de infância.
Um misterioso assassinato de uma menina de 12 anos, muitos suspeitos, com álibis convenientes, mas o assassino é alguém impensável, e muito menos quem instigou o assassino a cometer o crime.Suspense até ao fim.Muito bom.