segunda-feira, 25 de julho de 2016

Luzes do Norte - Nora Roberts


A vila de Lunacy é a última chance para Nate Burke. Como polícia em Baltimore, assistiu à morte do colega na rua, e a culpa ainda o persegue. Sem mais nenhum lugar para onde ir, aceita a função de Chefe da Polícia nessa pequena e remota vila do Alasca. Quando começa a perguntar-se se a mudança não terá sido um grande erro,
um beijo imprevisto e arrebatador na passagem do ano, levanta o seu espírito e convence-o a ficar mais tempo.
Meg Galloway, nascida e criada em Lunacy, está habituada à solidão. Era apenas uma jovem quando o seu pai desapareceu e teve de aprender a ser independente, pilotando a sua pequena avioneta e vivendo nos arredores da vila na companhia dos seus huskies.
Depois do beijo ao novo Chefe da Polícia, permite-se ceder à paixão. E, agora, as coisas em Lunacy começam a aquecer. Há alguns anos, numa das majestosas montanhas que sombreiam a vila, ocorreu um crime que nunca foi resolvido e Nate suspeita que o assassino continua em Lunacy. A sua investigação vai desenterrar segredos e suspeitas, bem como trazer ao de cima o instinto de sobrevivência que fez dele um dos
melhores polícias em Baltimore. O que ele não podia saber é que a sua descoberta vai ameaçar a nova vida e o novo amor...


Opinião:

Mais um livro com muito mistério e um bom romance a mistura que fez deste livro uma boa leitura.
Um homicidio que ocorreu á 16 anos, um corpo que é encontrado numa gruta na neve, uma morte atual que está misteriosamente ligada ao antigo homicidio, e com um assasino que até ao fim é dificil de perceber,Bem ao estilo que eu gosto de Nora Roberts.

Maléfica - Nora Roberts


Há dez anos atrás a escultora Clare Kimball deixou decidiu deixar Emmitsboro, no Maryland para, literalmente, partir à conquista do mundo da arte. Alguns anos depois tornou-se na mais importante figura artística da sua geração. Mas não há sucesso que possa fazer ignorar os seus pesadelos, nem as memórias que guarda do suicídio do pai. No auge da fama, Clare desiste de tudo para enfrentar os demónios que a perseguem. Quando regressa a Emmitsboro, Clare reencontra Cameron Rafferty, agora o xerife da cidade. Cameron amara Clare durante muito tempo e, agora que ela regressou, cria-se um laço entre os dois que se fortalece a cada dia que passa. Mas o passado acaba por se impor, e vem abalar a cidade com um crime. A investigação policial inicia-se, e tanto Clare como Cameron acabarão por descobrir que o mal pode ocultar-se em todo o lado, mesmo naqueles que mais se ama e em que mais se confia.


Opinião:

Mais um livro que gostei bastante, é assim que eu gosto da autora, mistério, crime, romance.Este é bem pesado em que a autora não poupou na descrição dos horrores passados nos rituais satânicos passado numa pequena povoação em Maryland em que todos se conhecem e que não acreditam no que esta-se a passar com estes crimes violentos que estão a acontecer.
Um livro muito bom, que faz com que eu continue a ler Nora Roberts.

Um Ano para ser Feliz - Lori Nelson Spielman


A vida de Brett parece um sonho: tem um namorado
irresistivelmente bonito, um loft espaçoso, um trabalho muito
bem pago, e um grupo de amigas divertidas. Até que a sua
mãe morre e deixa no testamento uma condição: para receber
a sua parte da herança, Brett deve completar, em apenas um
ano, uma lista de desejos e tarefas que escrevera quando era
uma ingénua menina de catorze anos.
• Ter um filho, talvez dois • Arranjar um cão • Ir a Paris • Ser
amiga da Carrie para sempre! • Ajudar os pobres • Comprar
um cavalo • Apaixonar-me • Atuar ao vivo num palco
supergrande • Ter uma boa relação com o meu pai • Ser uma
grande professora!...
Brett, contudo, já tem 34 anos. Com relutância, ela embarca
numa jornada emocionante para cumprir os seus sonhos de
menina, acabando por repensar a sua vida e descobrir a
felicidade.



Opinião:

É sempre bom fazer planos para o que queremos realizar no futuro, mas quando se é jovem como Brett o que idealizamos é esquecido .
A mãe de Brett recuperou uma lista que esta tinha escrito quando tinha 14 anos, quando morre deixa no testamento uma clausula, que só depois de Brett conseguir realizar os seus sonhos ela irá receber a sua herança.
Lendo a lista que escreveu na adolescência Brett sente que não vai conseguir realizar os desejos esquecidos pois a sua vida é muito diferente e está muito longe do que escreveu  na lista.
Mas Brett vai tentar realizar o desejo da sua mãe e descobrir que a sua vida não é tão perfeita como pensava.
Um livro encantador.

Um Homem Encantador - Marian Keyes


Paddy de Courcy é um importante e encantador político irlandês, o «John F. Kennedy Jr. de Dublin». O seu charme e carisma conquistaram o país e a imprensa, mas a notícia do seu casamento vai revolucionar a vida social de Dublin e, sobretudo, a vida de quatro mulheres. Lola quase desmaia: Paddy era seu namorado... achava ela. Grace, uma jornalista que conheceu Paddy há muito tempo, mas que ainda se lembra bem dele, parte em busca da verdade seguindo Lola, que decide curar as suas feridas longe da cidade. Marnie, a irmã de Grace, também conhece bem o charmoso Paddy, o seu primeiro amor - que ela trata desesperadamente de esquecer. E Alicia, a rapariga com quem Paddy vai casar? Ela parece ser a mulher perfeita para um político conceituado como ele, mas... será que Alicia sabe realmente quem é este homem tão encantador?
Uma história repleta de lágrimas, risos, emoção e vida.


Opinião:

Um livro escrito de uma forma diferente para abordar um tema tão difícil como a violência domestica exercida por "homens" que não o são, e que sempre são encantadores para os outros.
Quem começa a ler este livro pensa que vai ser uma leitura divertida, e é ,pois a autora aligeira o tema principal com passagens bem divertidas mas no fundo o tema da violência é muito bem desenvolvido, e mostra como as mulheres violentadas levam tempo a compreender que isto não é amor, e como vem-se metidas em relações abusivas sem saber como voltar a ter uma vida normal.
Gostei de como a autora descreve este drama ,diferente mas eficiente.Gostei.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Segredos para Um Final Fliz - Lucy Dillon


Quando Michelle convida Anna para gerir e fazer renascer a moribunda livraria de Longhampton, é como se um sonho se tornasse realidade: para além de conquistar, finalmente, alguns momentos de paz longe das enteadas problemáticas e do dálmata hiperativo, Anna é uma sonhadora completamente apaixonada por livros.

Serão as histórias de amor, aventuras, jardins secretos, cães perdidos, bruxas malvadas e pêssegos gigantes a trazer nova vida à negligenciada loja. Anna e os seus clientes/leitores vão deixar-se levar pela magia. E nem a melhor amiga de Anna – a organizada e empreendedora Michelle, que diz categoricamente não acreditar no amor verdadeiro nem em príncipes encantados – ficará imune ao espirito love is in the air.

Mas quando alguns segredos da infância de Michelle voltam para a atormentar e o fracasso familiar paira sobre Anna, poderá a sabedoria das histórias de encantar ajudar as duas amigas – e aqueles que elas amam – a encontrar os seus próprios finais felizes?

Opinião:

E tão bom leres livros assim, cheios de ternura,com personagens simpáticas e também os de quatro patas:)
Muito bom.

Uma Villa em Itália - Elizabeth Edmondson


Quatro pessoas aparentemente sem nada em comum vêem o seu nome mencionado no testamento de uma mulher que não conhecem. Quem foi Beatrice Malaspina e porque exige que compareçam na sua villa em Itália? Enquanto esperam pelas respostas, a magia do lugar começa a exercer os seus efeitos sobre eles: os frescos desbotados, os jardins exuberantes e a magnífica torre medieval não se assemelham a nada que já tenham visto. Aos poucos, quatro pessoas que sempre fizeram os possíveis por esconder os seus problemas descobrem que a mudança – e até mesmo a esperança – é possível. Mas a misteriosa Beatrice tem um segredo que os afectará a todos…


Opinião:

Gostei deste livro, uma estória intrigante muito bem escrita.
Quatro pessoas são convidadas a comparecerem numa Villa em Itália pois o nome delas é mencionado no testamento de Beatrice Malaspina, Mas quem é Beatrice , nenhum dos quatro conheceu está mulher, nem nunca ouviu falar dela, então  porque é que eles foram mencionados no testamento de alguém que não conhecem.Mas de uma maneira estranha eles tem as suas vidas interligadas sem saberem e para um deles a revelação será inesperada
Um bom livro de férias.

terça-feira, 28 de junho de 2016

De Amor e Sangue - Lesley Pearse

Somerset, 1836.

A recém-nascida Hope é a prova viva do adultério da mãe, a aristocrata Lady Harvey. A sua chegada a este mundo não é festejada e as lágrimas em seu redor não são de alegria. Imediatamente arrancada àquele meio privilegiado e entregue nas mãos dos Renton, uma família pobre mas acolhedora, Hope cresce sem saber a verdade sobre as suas origens. E quando chega o dia em que também ela tem de começar a contribuir para o sustento da família, é precisamente para os Harvey que trabalha. Deslumbrada perante a mansão luxuosa, a elegância dos seus patrões e a beleza que os rodeia, Hope enfrenta com brio e gratidão a extenuante rotina de trabalho.

Mas a descoberta de uma ligação proibida vai lançá-la sozinha para as ruas, para uma vida de miséria e solidão. É na adversidade, porém, que descobre uma força interior que desconhecia, bem como um talento para ajudar os mais fracos. Trata-se de um dom que não passa despercebido ao Dr. Bennett, que a leva consigo para a Crimeia, para ajudar a tratar dos feridos vindos dos sangrentos campos de batalha. Mas os segredos do passado teimam em vir ao de cima, e Hope tem ainda um longo caminho a percorrer na tentativa de enfrentar o legado do seu nascimento.


Opinião:


O que poderei dizer deste livro, que é mais um maravilhoso livro de Lesley Pearse, uma autora que eu adoroe que tem o dom da escrita.
Hope e a sua irmã Nell são as duas personagens femeninas de destaque, elas são o fio condutor deste enredo que nos fala de lutas sociais, de lealdade, ódio, violência,homossexualidade,guerra, doenças e a luta pelo amor e a dignidade.
Emocionante e lindo   até a última página é este livro de Lesley Pearse .