quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Há Sempre um Amanhã - Anita Notaro


A maior parte das pessoas consegue lembrar-se de um momento decisivo na sua vida. Uma fração de segundo quando o tempo parou e a vida mudou para sempre. Para Lily Ormond, esse momento chegou ao fim de um dia, quando foi abrir a porta e descobriu que, enquanto estava a esmagar alho e alecrim e assistir a telenovelas, a sua irmã gémea Alison se tinha afogado. Foi difícil conciliar-se com a perda da única irmã e melhor amiga, e mais ainda tornar-se mãe de Charlie, o filho de Ali com três anos de idade, mas descobrir que a sua irmã gémea levava uma vida secreta havia anos quase destruiu Lily... E assim começa uma viagem relacionada com quatro homens que tinham feito parte de uma vida que ela nem sabia existir. Uma viagem que obriga Lily a reconciliar-se com a memória do pai que nunca se importou realmente com ela, com uma criança que precisa muito de si e com uma irmã que não era o que parecia.

Opinião:

A algum tempo que gostava de conhecer esta autora, desde criticas positivas e algumas nem tanto, a sinopse deste livro interessou-me e resolvi iniciar a sua leitura.
Uma história sobre duas irmãs gémeas, Alison morre tragicamente e deixa um filho, Charlie aos cuidados da sua irmã, Lily.
Alison sempre foi a irmã decidida e forte, sendo a heroína de Lily, quando morre a sua irmã esta encontra-se numa situação complicada.Vai ter que ser a mãe do seu pequeno sobrinho, o que ela nunca tinha imaginado ser mãe, nunca tinha estado nos seus planos.Junto com esta responsabilidade vem a descobrir que a sua irmã tinha uma vida dupla, que ela nunca desconfiou.Quatro homens vão entrar na vida de Lily, e ela terá que saber lidar com todos e com o passado deles com a sua irmã.
Escrito de uma maneira simples, fluída , a história do crescimento de Lily de menininha a uma jovem mulher, e bem interessante, e o fim muito bonito, embora achei que faltava um melhor desenvolvimento de algumas personagens, e um pouco mais de sentimento também, algumas personagens pareceram um pouco frias e sem muita vida, para conseguirem interessar-me por elas.Mas no geral é um livro muito interessante.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Quando o Cuco Chama - Robert Galbraith


Quando uma jovem modelo cai de uma varanda coberta de neve em Mayfair, presume-se que tenha cometido suicídio. No entanto, o seu irmão tem dúvidas quanto a este trágico desfecho, e contrata os serviços do detetive privado Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra - com sequelas físicas e psicológicas - e a sua vida está um caos. Este caso serve-lhe de tábua de salvação financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrio tudo se torna - e mais se aproxima de um perigo terrível...

Envolvente e elegante, mergulhado na atmosfera de Londres, Quando o Cuco Chama é o aclamado primeiro romance policial de J. K. Rowling, escrito sob o pseudónimo Robert Galbraith.

Opinião:

Este primeiro livro policial, de J.K.Rowling com o pseudónimo de Roger Galbraith mostra como está autora é versátil e nos surpreende.
Adoro policiais, embora ultimamente não tenha lido muitos , o mistério , o suspense as pistas para descobrir os criminosos é sempre emocionante.
Neste primeiro livro da autora ,e nos apresentado o tradicional detetive particular, problematico  ,Cormoron Stike, é uma personagem que gostei de conhecer.Robin também é a típica secretaria de um detetive particular, bonita, discreta e inteligente.A autora neste primeiro livro caracteriza e  leva-nos a conhecer estes dois protagonistas, juntamente com o mistério da morte de Lula, uma top model .
É um livro policial basicamente descritivo e muito virado para os pensamentos de Strike e da sua secretaria, que estão conhecendo-se ,com poucos diálogos, mas uma narrativa que gostei de ler e levou-me a prosseguir rapidamente para chegar ao fim e saber o que teria acontecido na noite em que a Lula morreu.O fim foi inesperado , e é isso que faz um bom livro policial.
Na estante encontra-se o segundo livro desta dupla ,  e espero continuar a ser surpreendida.



Uma Morte Súbita - J.K.Rowling


Pagford é uma idílica cidade inglesa, com uma praça principal em pedra de calçada e uma antiga abadia. No entanto, este belo cenário não passa de uma aparência que esconde uma cidade em guerra. Os ricos em guerra com os pobres, os adolescentes em guerra com os pais, as mulheres em guerra com os maridos, os professores em guerra com os alunos... Pagford não é o que parece à primeira vista. A história começa quando Barry Fairbrother, membro da Assembleia Comunitária, morre aos quarenta e poucos anos. Pagford entra em estado de choque e o lugar que ficou vazio torna-se o catalisador da guerra mais complexa que já alguma vez ali se viveu. No final, quem sairá vencedor desta luta travada com tanto ardor, duplicidade e revelações inesperadas?

Opinião:

Depois de ler este livro fiquei com a certeza que J.K.Rowling é uma das melhores escritoras da actualidade, absolutamente fabulosa.
Uma narrativa estonteante, numa cidade inglesa onde habitam personagens tão diferentes , e todas com uma ligação entre elas muito bem conseguida.
Neste livro a escritora fala-nos sobre temas actuais como os problemas dos pais na educação dos seus filhos,os problemas por que passam os jovens na adolescência, a sexualidade , a amizade, o relacionamento entre as famílias e com a comunidade em que vivem.Escrito de uma maneira realista e dura, um livro que não consegue-se parar de ler.Depois de Harry Potter a autora conseguiu mais uma vez provar que é uma maravilhosa criadora de personagens e de histórias.
Muito bom mesmo, aconselho a ler.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Aconteceu em Roma - Nicky Pellegrino




Românticas ruelas de calçada, piazzas repletas de vida, cafés e bares vibrantes de música e desejo... Não há no mundo cidade como Roma. É aqui que Serafina vive rodeada pelo carinho da mãe e das duas irmãs. Habitam um minúsculo apartamento delapidado e têm pouco ou nenhum dinheiro, mas a alegria está sempre presente. Quando a mãe sai, sempre bela no seu vestido simples e feito em casa, as irmãs vão cantar para a rua. É um atrevimento que as diverte e lhes permite obter dinheiro para fazerem o que mais gostam: ir ao cinema. Elas suspiram e sonham com as estrelas das matinés. Mas Serafina nunca imaginou conhecer pessoalmente o seu ídolo: o ator e cantor Mario Lanza. Quando as portas da magnífica Villa Badoglio - lar da família Lanza - se abrem para a acolher, a jovem é apresentada a um mundo de sonho. E é rodeada pelo luxo e o glamour que conhece Pepe, o talentoso chef capaz das mais suculentas iguarias e das mais ternurentas emoções. Serafina está apaixonada e a viver dias dourados mas não consegue evitar sentir que aquele não é o seu mundo. Dividida entre a vida modesta que conhece e a promessa de um futuro melhor, Serafina vai ser obrigada a crescer. Vai sofrer, amar e descobrir que a realidade nunca é apenas o que parece. Que a vida é simultaneamente mais difícil e mais bela do que um sonho.


Opinião:

Neste livro, Nicky Pellegrino desviou-se um pouco da sua escrita habitual.
Em Aconteceu em Roma a autora descreve-nos a Itália dos anos 50 pelos olhos de uma jovem que vai viver o sonho de conhecer o seu ídolo, e ter a sorte de ir trabalhar e viver o dia a dia desta família famosa e que todos pensam viver uma vida feliz e harmoniosa.
O ídolo de Serafina é o grande tenor Mario Lanza, o cantor americano de descendencia Italiana, vai viver os seus últimos anos em Roma.E baseado nessa época da sua vida e na sua biografia que a autora escreveu este romance.A vida do seu ídolo não é como Serafina pensava, o dinheiro não traz a felicidade e ser conhecida é por vezes um fardo difícil de transportar, entre o glamour á uma triste vida.
Um livro diferente da autora, mas que gostei de ler, e ainda baseado num artista que viveu nessa época ainda o tornou mais cativante.


A autora fala da filmagem deste filme no livro, quem ja leu vai reconhecer de certeza.






terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Ligeiramente Escandalosa - Mary Balogh


Crescer no seio da família Bedwyn não é tarefa fácil; que o diga a jovem Freyja Bedwyn. Tendo passado a infância rodeada por quatro rapazes, habituou-se desde cedo a igualá-los em ousadia e independência. Mas o atrevimento - tolerável numa menina - é considerado inaceitável numa mulher. Quando, a meio de uma viagem a Bath, o quarto em que Freyja está hospedada é invadido por um atraente fugitivo, a jovem não tem meias- medidas e esmurra-o. Ele é Joshua Moore, o petulante marquês de Hallmere. Nessa noite mal adivinham que, dias depois, estarão... noivos. Para duas pessoas que anseiam por liberdade e parecem detestar-se, esta reviravolta é, no mínimo, inexplicável. Entre o choque e a admiração, a alta sociedade não se cansa de especular sobre a origem de uma relação tão enigmática, excessiva, e ligeiramente escandalosa...


Opinião:

E mais um livro empolgante sobre a família Bedwyn, desta vez temos a irmã mais velha da família , Freyja.
Confesso que tinha curiosidade sobre ela, pois era destemida, altiva e completamente arrogante, era para mim a anti-heroína, pelo que li no livro anterior.Mas a autora descreveu-nos a personagem de Freyja numa nova perspectiva, em que passei a gostar dela.Crescer entre os Bedwyn não é fácil, uma família de aristocratas, na sua maioria rapazes,  e ela foi a única rapariga durante algum tempo,e querendo ser igual e acompanhar os seus irmãos, tornou-se numa jovem atrevida e independente, o que não era bem visto na sociedade cheia de regras e etiquetas em relação as jovens senhoras, Freyja quebra todas as regras, e é maravilhosa.A sua relação com o marquês de Hallmere é cativante, ela não quer sentir o que já sentiu pelo namorado de infância a quem teve prometida o conde não quer nenhum compromisso, e os dois vão viver um noivado falso para livrar o conde de um noivado que ele não quer,é interessante assistir ao romance que lentamente vai crescendo entre os dois.
Um romance muito bem escrito por Mary Balogh, como sempre.
Adorei.

 

Duas Irmãs e um Duque - Eloisa James

Ele procura a noiva perfeita…

Ele é um duque em busca da noiva perfeita.
Ela é uma senhora… mas está longe de ser perfeita.
Tarquin, o poderoso duque de Sconce, sabe perfeitamente que a decorosa e elegantemente esguia Georgiana Lytton dará uma duquesa adequada. Então, porque não consegue parar de pensar na sua irmã gémea, a curvilínea, obstinada e nada convencional Olivia? Não só Olivia está prometida em casamento a outro homem, como o flirt impróprio, embora inebriante, entre ambos torna a inadequação dela ainda mais clara.
Decidido a encontrar a noiva perfeita, ele afasta metodicamente Olivia dos seus pensamentos, permitindo que a lógica e o dever triunfem sobre a paixão... Até que, na sua hora mais sombria, Quin começa a questionar-se se a perfeição tem alguma coisa a ver com amor.
Para ganhar a mão de Olivia ele teria de desistir de todas as suas crenças e entregar o coração, corpo e alma...
A menos que já seja demasiado tarde.

A curvilínea e ousada Olivia e a esguia e discreta Georgiana são gémeas, criadas pelos pais para serem noivas de duques. Tudo parece assegurado até que o futuro marido de Olivia, o tolo Rupert Blakemore, marquês de Montsurrey, faz dezoito anos e declara que «não irá casar até ter alcançado glória militar». Enquanto ele parte para a guerra contra Napoleão, Olivia vai com Georgiana conhecer Tarquin Brook-Chatfield, o viúvo duque de Sconce e possível pretendente de Georgiana. Mas Tarquin encanta-se imediatamente com Olivia, que tem de decidir se irá ou não arriscar desiludir Georgiana e Rupert retribuindo o afeto de Quin. Uma versão inteligente do clássico A Princesa e a Ervilha.


Opinião:

 Que poderei dizer deste livro, absolutamente maravilhoso, Eloisa James continua a encantar-me com as suas versões dos contos de fadas, desta vez a Princesa e a Ervilha.
Uma narrativa que levou-me as gargalhadas, Olivia é uma personagem deliciosa, e o Duque sempre tão nobre não vai resistir a incrível Olivia.Todas as personagens dão um toque especial a este romance de amor e descoberta.
Aconselho a ler e a passar uns momentos de leitura bem divertidos .

A Promessa - Richard Paul Evans


"Enquanto estiver lendo a minha história, há algo que quero que compreenda. Apesar de todo o sofrimento - passado, presente e o que ainda virá -, eu não teria feito nada diferente. Nem trocaria por nada o tempo que passei com ele - exceto pelo que, afinal, eu troquei. Beth Cardall tem um segredo. Durante dezoito anos, ela não teve escolha senão guardá-lo para si, mas, na véspera do Natal de 2008, tudo isso está prestes a mudar. Para Beth, 1989 foi um ano marcado pela tragédia. Sua vida estava desmoronando: sua filha de seis anos, Charlotte, sofria de uma doença misteriosa; seu casamento transformou-se de uma relação aparentemente feliz e carinhosa em algo repleto de traição e sofrimento; seu trabalho estava por um fio e ela perdera totalmente a capacidade para confiar, ter esperanças e acreditar em si mesma. Até que, um dia extremamente frio, após atravessar uma nevasca até a loja de conveniência mais próxima, Beth encontra Matthew, um homem misterioso e encantador, que mudaria de uma só vez o curso de sua vida. Quem é esse homem e como ele parece conhecê-la tão bem? Matthew a persegue incansavelmente, mas somente após se apaixonar perdidamente é que descobre seu incrível segredo, transformando sua forma de ver o mundo, assim como seu próprio destino nessa história de tirar o fôlego sobre como o amor é capaz de mudar todas as nossas perspectivas."


Opinião:

E foi com este ebook que iniciei as minhas leituras do ano de 2015, uma sinopse que despertou a minha atenção, e realmente uma narrativa interesante e inusitada.
Beth vai guardar um segredo durante 18 anos, um segredo absolutamente incrivel e que modificou a sua vida para sempre.O que aconteceu nessa época da sua vida vai ser espantoso, algo que é irreal , aconselho a lerem, é uma história simples sem grandes descrições, que se lê rapidamente e nos deixa a pensar se gostariamos ou não de um dia acontecer-nos o mesmo que a Beth.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo







Um Feliz Ano Novo para todos e que o novo ano que está chegando traga a realização dos nossos sonhos.