sexta-feira, 3 de maio de 2019

O Jardim Encantado -Sarah Addison Allen


Num jardim escondido por trás de uma tranquila casa na mais pequena das cidades, existe uma macieira e os rumores que circulam dão conta de que dá um tipo muito especial de fruto. Neste encantador romance, Sarah Addison Allen conta a história dessa árvore encantada e das extraordinárias pessoas que dela cuidam...
As mulheres da família Waverley são herdeiras de um legado mágico — o jardim familiar, famoso pela sua macieira, que produz frutos proféticos, e pelas suas flores comestíveis, imbuídas de poderes especiais que afectam quem quer que as coma.
Proprietária de uma empresa de catering, Claire Waverley prepara pratos com as suas plantas místicas — desde as chagas que ajudam a guardar segredos até às bocas-de-lobo destinadas a desencorajar intenções amorosas. Entretanto, a sua idosa prima Evanelle é conhecida por distribuir presentes inesperados cuja utilidade se torna mais tarde misteriosamente clara. São elas os últimos membros da família Waverley — com excepção da rebelde irmã de Claire, Sydney, que fugiu da cidade há muitos anos.
Quando Sydney regressa subitamente a Bascom com uma filha pequena, a tranquila vida de Claire sofre uma reviravolta, bem como a fronteira protectora que erigiu tão cuidadosamente em redor do seu coração. Juntas uma vez mais na casa onde cresceram, Sydney reflecte sobre tudo o que deixou para trás ao mesmo tempo que Claire se esforça por sarar as feridas do passado. E em pouco tempo as irmãs apercebem-se de que têm de lidar com o seu legado comum para viverem as alegrias do futuro que se anuncia.
Encantador e pungente, este fascinante romance irá, seguramente, enfeitiçar o leitor.


Opinião:

Lindo, mágico, repleto de ternura.
Um romance encantador escrito por uma das escritoras que sabe escrever por magia , Saarh Addison Allen.
Muito bom, aconselho a ler porque é tão bom viver momentos de leituras assim.

Um Dia em Dezembro - Josie silver

 

Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico.
Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar.
Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus.
Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?


Opinião:

Depois de ultimamente ter lido muitos thrillers este livro soube-me tão bem.
Um romance comovente, delicioso, muito bem escrito.
Em que o felizes para sempre está tão difícil.
Tão bom mas tão bom.
Aconselho a ler.



A Rapariga de Aushwitz - Eva Schloss


É um relato de uma sobrevivente ao Holocausto e da sua luta para viver consigo mesma depois da guerra, uma homenagem a todas as vítimas que não viveram para poder contar a sua própria história e um esforço para assegurar que o legado de Anne Frank jamais seja esquecido. Eva foi feita prisioneira pelos nazis no dia do seu décimo quinto aniversário, tendo sido enviada para Auschwitz. A sua sobrevivência dependeu de inúmeros pequenos golpes de sorte, da sua determinação e do amor e da protecção da mãe, Fritzi, que foi deportada juntamente com ela. Quando o campo de concentração de Auschwitz foi libertado, Eva e Fritzi iniciaram a longa viagem de regresso a casa. Procuraram desesperadamente o pai e o irmão de Eva, dos quais tinham sido separadas. Meses mais tarde receberam a trágica notícia de que os dois haviam sido mortos. Antes da guerra, em Amesterdão, Eva tornara-se amiga de uma jovem chamada Anne Frank. Embora os seus destinos tivessem sido muito diferentes, a vida de Eva iria ficar para sempre estreitamente ligada à da amiga, depois de a sua mãe, Fritzi, casar com o pai de Anne, Otto Frank, em 1953


Opinião:

Mais um depoimento de outra vitima do campo de concentração de Aushwitz.
Eva é mais uma jovem que conseguiu sobreviver a um dos maiores atentados ao ser humano.
Antes da guerra conheceu Anne Frank, depois da guerra o pai de Anne Frank casou com a mãe de Eva.
Vidas que começaram por ser destruídas mas que  com uma força incrível de sobrevivência conseguira continuar a sua vida e são testemunhas das atrocidades que viveram.


A Casa de Bonecas - M.J.Arlidge



O corpo de uma jovem é desenterrado numa praia remota, mas o seu desaparecimento nunca tinha sido denunciado. Alguém a mantivera «viva» ao longo do tempo, enviando à família, regularmente, mensagens em seu nome. Para a detetive Helen Grace, todas as provas apontam para um assassino em série, um monstro distorcido mas engenhoso e hábil — um predador que já matou antes. À medida que Helen se esforça por destrinçar as motivações do assassino, ela compreende que se trata de uma verdadeira corrida contra o tempo. Uma única falha pode significar a perda de mais uma vida.


Opinião:

Mais um livro com uma historia intensa com  uma das minhas personagens preferidas a detective Helen Grace.
Daqueles livros que se lê do inicio ao fim sem perder o interesse.
Muito bom. 

Segredos Mortais - Robert Brindza



Numa manhã gelada de inverno, uma mulher acorda e encontra o corpo ensanguentado da filha à porta de casa. Quem seria capaz de tal atrocidade?

A detetive Erika Foster vive um momento de fragilidade devido ao último caso que resolveu, mas está decidida a liderar também esta investigação. Ao deitar mãos à obra, toma conhecimento de outros ataques cometidos na mesma zona pacata do sul de Londres onde o crime ocorreu. Um pormenor arrepiante liga-os ao homicídio – todas as vítimas foram atacadas por uma figura vestida de preto com uma máscara de gás.

Erika procura um assassino cujo cartão de visita é aterrorizante. O caso complica-se quando descobre a teia de segredos que rodeia a morte da bela jovem.

No entanto, ao juntar as pistas, Erika é forçada a confrontar memórias dolorosas do passado. Deve escavar bem fundo, manter-se concentrada e encontrar o assassino. Só que, desta vez, um elemento da sua equipa corre um perigo terrível...


Opinião:

Bom muito bom, ou não seja um livro de Robert Brindza com a detective Erika Foster.
Intrigante, inquietante até ao fim.

Desaparecida - Elizabeth Adler


Tudo começou numa festa. Terminou com um crime, uma mulher desaparecida... e uma promessa de vingança!

Ao entardecer, na belíssima paisagem do Mar Egeu, uma mulher de cabelos ruivos cai da amurada de um iate de luxo. Em terra, o pintor Marco Polo Mahoney vê a queda, percebe que a jovem está ferida e assiste, perplexo, à embarcação a afastar-se deliberadamente. Marco tenta imediatamente salvá-la mas não a consegue encontrar. É como se a bela ruiva nunca tivesse existido. Mas ele tem a certeza do que viu. E está disposto a tudo para resolver o mistério.
Angie Morse acabou de ser atingida na cabeça com uma garrafa de champanhe. Caiu no mar, ferida, e os seus companheiros parecem estar a abandoná-la. O iate onde ela seguia está a afastar-se, levando consigo os supostos amigos e o namorado. E, embora cada um deles tivesse algo contra si, Angie estava longe de imaginar que quisessem vê-la morta. Agora, enquanto as ondas a tentam submergir, invade-a um sentimento apenas: raiva.
É a raiva que lhe vai dar forças para sobreviver... e também para se vingar...

Opinião:

Gosto muito dos livros da autora quando escreve sobre crimes.
Gostei deste, mas acho que a autora deu muitos pormenores que não eram necessários, tornando-se por vezes demais.
Mas nas entrelinhas gostei da história.

Fritos do Passado - Camilla Lackberg


Numa manhã de um Verão particularmente quente, um rapazinho brinca nas rochas em Fjällbacka, quando se depara com o cadáver de uma mulher. A polícia confirma rapidamente que se tratou de um crime, mas o caso complica-se com a descoberta, no mesmo sítio de dois esqueletos. O inspector Patrick Hedström é encarregado da investigação naquele período estival em que o incidente poderia fazer fugir os turistas, mas, sem testemunhas, sem elementos determinantes, a polícia não pode fazer mais do que esperar os resultados das análises dos serviços especiais.


Opinião:

Gostei bastante, misterioso e empolgante.
Um cadáver de uma mulher aparece e misteriosamentee 2 esqueletos antigos aparecem exactamente no mesmo sitio, quem seriam estas mulheres e que relação teriam com o novo assassinato.
Muito bom.


Cães de Caça - Jorn Lier Horst



O inspector-chefe William Wisting é suspenso e alvo de uma investigação após ser acusado de falsificar provas. Há dezessete anos, Wisting foi o responsável pela resolução do homicídio da jovem Cecilia Linde, um dos crimes mais mediáticos da Noruega. Agora, descobriu-se que as provas foram forjadas e o homem errado condenado. Wisting passou toda a sua carreira a perseguir criminosos, mas desta vez é ele o perseguido. Para descobrir o que realmente aconteceu e limpar o seu nome, ele terá de conduzir a sua própria investigação secreta, auxiliado pela filha jornalista, Line. Depois, outra jovem desaparece. E inicia-se, então, uma corrida entusiasmante.


Opinião:

Enquanto o livro que li do autor desiludiu-me um pouco, este já voltou a despertar o meu interesse .
Bem dinâmico e intrigante.