quarta-feira, 8 de Junho de 2011

Recordação dos primeiros livros

Desde sempre que gostei de ler, recuando no tempo lembro-me e guardo com muito carinho os primeiros livros que entraram na minha vida, hoje são verdadeiras relíquias.
Foi na festinha dos meus 4 anos que foi-me oferecido quatro livrinhos


Seguiram-se os livros da Anita que eu lia e relia e que adorava (hoje cá em casa vive a colecção completa, não sei se pelas miúdas se também por mim, pois são giríssimos)


Claro que não podiam mais tarde vir os livros Os Cinco de Enid Blyton, Os Sete e uma colecção que eu adorava Patrícia de Kathryn Kenny.


Os livros eram a minha companhia, filha única e vivendo longe de toda a família era com eles que eu passava as minhas horas e gostava tanto que quando perguntavam o que eu queria de prenda seja de Natal, anos ou até a prenda de passagem de anos na escola, claro que era sempre livros.
Mas já nessa altura havia crise, pois não é só agora, e só recebia os meus livros nessas datas.
Então recorria as Bibliotecas, ai podia ler e ler o que me apetecesse.
Li as Mulherezinhas de Louisa May Alcott , um livro que recordo com imensa ternura, mais tarde comprei o livro só pela recordação.



Li Guerra e Paz de Tolstoi, e também Ana Karenina.




Li Eça de Queiroz que para mim é absolutamente fantástico.


Claro que também Romeu e Julieta.

E As Brumas de Avalon

O Diario de Anne Frank



E assim foi o meu inicio de leitora compulsiva. Para mim será sempre um prazer ler , cada vez que pego num livro é uma verdadeira aventura.

1 comentário:

  1. Querida Maria, apesar de não ser filha única, os livros sempre foram minhas melhores companhia. Começei com os clássicos da "Disney", mais a minha primeira coleção, foi "As brumas de avalon - Marie Zimmer Bradley", aí tudo que eu achava dessa autora eu comprava, é uma pena que ela se foi, mais deixou um acervo de livros maravilhosos.
    Beijocas cheias de estrelas.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário!